quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Sopa de abóbora e couve

Quando estamos no estrangeiro, em trabalho ou em férias, a comer comidas que não são aquelas a que estamos habituadas, algumas que até gostamos, pela diferença ou por simplesmente serem apenas boas, ou outra razão qualquer, qual é a primeira coisa de que sentimos falta logo ao fim de alguns dias e qual a primeira coisa que queremos comer quando chegamos a casa? Uma sopinha, claro!
Esta foi feita com uma boa fatia da abóbora da foto que já aqui postei. Fiz a base com ela, duas batatas pequenas, um nabo e duas cenouras que cozi com um pouco de sal. Passei tudo com a varinha mágica e juntei couve portuguesa que cozeu nesta base com um fio de azeite.
Começar qualquer refeição com uma sopinha é um verdadeiro conforto para a alma e o paladar, além de ser dietecticamente adequado, pois segundo as teorias nutricionistas é com ela que, por norma, devemos começar o almoço ou o jantar. Nada que as nossas avós não nos tenham dito.

1 comentário:

a neta disse...

Bem, mas o melhor disso tudo é comer sopinhas iguais a essa todo o ano. Couves, batatas, cebolas, aboboras, espigos, vagens, cebolinho e cenouras do nosso quintal de Fermentões... Qualidade de vida de quem vive no campo... Essa devia estar bem boa!!!